CICLO TRY BETTER. FAIL BETTER ’09

Posted By :
Comments : Off

3. PROFUNDO MAR AZUL

ENCENAÇÃO I Maria Camões
com Carla Carreiro Mendes e Gonçalo Ruivo
28 Jan. a 8 Fev. I Quarta a Domingo I 21h30
M/12

Num bar de Nova Iorque, algures no Bronx, dois jovens, Danny e Roberta, tentam isolar-se ainda mais do mundo, cumprindo os seus rituais diários de auto-punição através de existências vazias, solitárias e repletas de culpabilidade. O seu encontro tem tanto de fortuito como de niilista, utilizando a violência, física e verbal, como forma de comunicação para aquilo que parece ser uma tentativa disforme de se seduzirem mutuamente. No entanto, quando no segundo acto se encontram no quarto de Roberta, começa gradualmente a nascer-lhes a ideia de que também eles têm direito ao amor, à felicidade e aos pequenos prazeres de uma vida simples e normal. A este sonho do segundo acto, segue-se a realidade do dia seguinte no terceiro. Esta realidade não se resume a um sentido prático de impossibilidade, é antes um sentido ético, pessoas como eles não têm, nem nunca terão, direito ao que as outras pessoas, as pessoas “normais”, têm. Quer Danny, a quem os colegas de trabalham chamam «Animal», quer Roberta, que vive assombrada por um encontro sexual com o seu pai, necessitam de ser salvos, mas apenas se têm a eles próprios para o conseguirem, o que é muito pouco. É por isso que o surpreendente happy end final aparece quase como uma tragédia, se é verdade que nos é dada uma esperança, também é evidente que a redenção das duas personagens é mais provisória do que perene, quase como uma continuação atabalhoada do sonho que, algures no futuro, voltará a ter um encontro com a realidade.